2.3 C
São Marcos
InícioEducaçãoCom a literatura como base, Semana Cultural do Mutirão apresentou atividades cheias...

Com a literatura como base, Semana Cultural do Mutirão apresentou atividades cheias de magia e reflexão

Projeto iniciou em 2017 e busca desenvolver habilidades sobre pensamento, argumentação e comunicação

O Mutirão de São Marcos desenvolve anualmente a Semana Literária, projeto idealizado em 2017, que para cada nível de ensino busca desenvolver habilidades e competências essenciais para um desenvolvimento pleno dos estudantes sobre saber pensar, argumentar, se expressar e se comunicar.

A escola usa a literatura como parceira durante a realização da Semana Cultural, culminando em atividades repletas de magia, encantamento e reflexão. Os trabalhos expostos de forma virtual podem ser acessados na página do YouTube da escola.

Os alunos da Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental participam da Trança Cultural, em que, depois de explorarem a literatura, de conversarem com as autoras das obras de Milene Barazetti e de Cristiane Welter, trabalham com as histórias e o que elas trazem como temas, finalizando com a produção de um vídeo onde contam um pouco do que viveram, do que refletiram, do que pensaram, do que concluíram.

Os alunos do Ensino Fundamental anos finais, no Café Literário, usam poemas do imortal Mário Quintana e o clássico William Shakespeare para, juntamente com as Professoras de Arte Cênica e Língua Portuguesa, organizarem um vídeo que emociona com uma viagem entre o passado e o presente, a maneira que interpretamos o mundo e lidamos com temas complexos e desafiadores do dia a dia.

Os alunos do Ensino Médio juntamente com os professores de Língua Portuguesa, Literatura e Comunicação Audiovisual produziram curtas para serem exibidos no Festival de Cinema, inspirados nos temas apresentados nos livros de Machado de Assis, Antoine de Saint-Exupéry, Raul Pompeia, Ariano Suassuna, Gabriel García Márquez e Jorge Amado.

A Semana Cultural do Mutirão sempre aconteceu com apresentações de palco, intervenções literárias, interações com o público, premiações dos festivais de cinema, porém desde 2020, em função da pandemia, e das restrições, os estudantes precisaram se reinventar.

“Queremos que vocês sejam levados para os mundos mais fantásticos sem ao menos terem que levantar da poltrona”, acrescenta a direção da instituição.

O trabalho de criação dos professores e dos alunos que por meio de várias linguagens mostram o resultado obtido depois da exploração de obras literárias, usando as mil e uma facetas da arte e da linguagem digital.

“Nosso agradecimento especial aos professores que fazem a diferença na educação e dividem conosco do Colégio Mutirão a responsabilidade de fazer a diferença na vida de cada aluno, de cada família que tivermos a oportunidade de conviver!” finaliza a direção.

 

 

 

Destaques

Últimas

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui