21.8 C
São Marcos
InícioSaúdeGaúchos acima de 18 anos devem estar vacinados contra a Covid-19 até...

Gaúchos acima de 18 anos devem estar vacinados contra a Covid-19 até o fim de agosto

Estado projeta receber projeta receber 1.703.000 doses de imunizantes da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac neste mês

O governo do Estado revisou as previsões de vacinação da população gaúcha e, considerando o ritmo de imunização dos municípios e o anúncio de envio de doses pelo Ministério da Saúde, acredita ser possível imunizar toda a população a partir de 18 anos com ao menos uma dose ainda durante o mês de agosto – a expectativa anterior era até 7 de setembro. A nova projeção resulta de estudos técnicos realizados pela Secretaria da Saúde (SES) e foi validada durante reunião do Gabinete de Crise na tarde desta quarta-feira (4/8).

Em agosto, o Rio Grande do Sul projeta receber do Ministério da Saúde 1.703.000 doses de imunizantes da Pfizer, Astrazeneca e Coronavac para primeira e segunda doses. Esse quantitativo é suficiente para destinar primeiras doses para toda a população de até 18 anos, de acordo com a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs), Tani Ranieri.

“Há uma excelência na vacinação no Rio Grande do Sul. O Ministério da Saúde divulgou um informe técnico que nos coloca na segunda posição [atrás do Acre] com o menor percentual ainda não vacinado de primeira dose no país, com 34%. Com a D2, o Rio Grande do Sul é o Estado que mais vacinou”, informa a secretária da Saúde, Arita Bergmann.

Nesta quarta-feira (4/8), da população vacinável acima de 18 anos no Estado (8.958.689), 73,8% receberam ao menos uma dose ou a dose única da Janssen. Entre os residentes, 6.378.377 pessoas já receberam a primeira dose ou a dose única. Ainda falta vacinar 882.091 pessoas da faixa etária entre 18 e 39 anos.

Para que seja possível atingir a imunidade coletiva no Estado, Tani alerta que é necessário vacinar, no mínimo, 70% da população com as duas doses ou dose única, mas de forma homogênea entre municípios e idades. “O ideal é que o Estado atinja 90% de cobertura vacinal”, completa.

Destaques

Últimas

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui