5.1 C
São Marcos
InícioGeralHospital São João Bosco foi beneficiado com usina solar fotovoltaica e 544...

Hospital São João Bosco foi beneficiado com usina solar fotovoltaica e 544 lâmpadas de LED

​​Ações fazem parte do Programa RGE nos Hospitais e já beneficiaram 15 cidades da área de concessão da distribuidora

A RGE transformou o cenário energético de 10 hospitais nos municípios de sua área de concessão. A ação de Eficiência Energética, que faz parte do Programa RGE nos Hospitais, tem como objetivo modernizar o sistema de iluminação de instituições de saúde instalando usinas de geração de energia solar e substituindo lâmpadas comuns por unidades com tecnologia LED.

Recentemente, a distribuidora finalizou 15 obras em hospitais totalizando mais de R$ 5 milhões investidos. A cidades beneficiadas foram Candelária, Arroio do Tigre, São Sepé, Veranópolis, Feliz, Putinga, Flores da Cunha, Serafina Corrêa, Marau, Coronel Bicaco, São José do Ouro, Garibaldi, Arvorezinha, São Marcos e Cambará do Sul.

Para o analista do Programa de Eficiência Energética da RGE, Odair Deters, os sistemas implementados nas instituições de saúde são altamente tecnológicos.

“É um ganho muito significativo em termos de consumo de energia, economia financeira e avanço de novas tecnologias. As usinas de geração de energia operam de maneira totalmente automatizada e produzem energia de qualidade. Com isso, os hospitais poderão destinar o valor economizado das contas de energia para outras áreas, beneficiando todos os usuários e funcionários”, comenta Odair.

O Hospital Beneficente São João Bosco foi beneficiado com uma usina solar fotovoltaica com 70 kWp de potência e 544 lâmpadas LED. Com investimento de R$ 438.799,15 por parte da RGE, a economia gerada poderá ser revertida em saúde para a comunidade.

A ação ainda vai proporcionar uma redução de cerca de 94,6 MWh ao ano, consumo equivalente ao de 40 residências por mês. A entrega foi feita no mês de junho.

Mais de 130 hospitais públicos e filantrópicos já contam com ações de eficiência energética promovidas pelo programa CPFL e RGE nos Hospitais. As obras concluídas até junho representarão uma economia de cerca de R$ 9 milhões anuais nas contas de luz das instituições, que poderão implementar esse valor em melhorias no atendimento à população.

Somando todas as ações, a RGE estima uma economia superior a R$ 1 milhão ao ano, em todos os hospitais beneficiados.

A iniciativa representa o maior investimento já registrado no Rio Grande do Sul em hospitais, dentro de Programas de Eficiência Energética. Estão aptas a participar da ação as instituições públicas e filantrópicas de saúde situadas nas cidades da área de concessão da RGE.

Destaques

Últimas

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui