3.5 C
São Marcos
InícioArte e CulturaO cinema vem a São Marcos: dois curtas filmados no município neste...

O cinema vem a São Marcos: dois curtas filmados no município neste inverno

“Chá das Cinco” e “Surtada” são trabalhos da Conceitoh Produções, empresa caxiense que atua no segmento da moda, fotografia e cinema e que tem como uma de suas proprietárias a são-marquense Adriana Tolardo.

Os filmes gravados em São Marcos em julho têm a participação da atriz são-marquense Cris Miotto e do Diretor de Fotografia Bernardo Tolardo.

Dirigidos pelo cineasta paulista Jorge Barreto, os curtas-metragem estão em fase final de edição e em breve serão exibidos. A produção é de Adri Tolardo, que também atua como atriz, e Luciano Silva. A edição é de Vinícius Vargas, de São Leopoldo.

“Após a finalização os dois filmes irão ser inscritos em vários festivais do Brasil e de outros países”, assinala Adriana Tolardo.

‘CHÁ DAS CINCO’ conta com a participação de 11 atores e atrizes de Caxias do Sul, São Marcos, Bom Jesus e Porto Alegre.

“As duas obras são uma produção independente da Conceitoh Filmes, sem apoio financeiros dos órgãos públicos e leis de incentivo”, ressalta a cineasta são-marquense.

CINEMA INDEPENDENTE: FILMES ABORDAM TEMAS ATUAIS, COMO PANDEMIA E RELAÇÕES FAMILIARES

‘SURTADA’ conta a história de Maria Helena, interpretada por Adri Tolardo, que interpreta uma produtora e fotógrafa que se vê com medo e com crise existencial durante a pandemia.

“Durante a história, seu esposo o ator Duclerq Silva, de Bom Jesus, procura ajuda da psicóloga Anna Machado, interpretada por Marian Martins, de Farroupilha. “SURTADA” foi filmado na cidade de São Marcos”, destaca Adriana.

‘CHÁ DAS CINCO’ relata um acontecimento inusitado na vida de duas irmãs, que depois de várias decepções na vida resolveram morar juntas para que uma cuidasse da outra.

“Angelina, interpretada pela atriz Anna Sgarbi, vem de decepções amorosas, sempre teve vontade de constituir uma família, entre várias tentativas frustradas, resolveu parar de tentar a sorte. Já Eulália, interpretada pela atriz Jacqueline Aires, teve um decepção muito pior, que acabou deixando sequelas graves: enquanto era casada tinha uma filha por nome de Eduarda, interpretada por Thayná Teixeira, essa menina que ia completar 3 anos, era a alegria do casal, porém em um dia acontece o inesperado, ao ir à feira fazer compras Eulália leva consigo Eduarda, em meio a toda aglomeração de pessoas, Eduarda desaparece, Eulália fica desesperada por vinte anos a procura da filha, até os dias de hoje. Durante os preparativos do chá, uma moça invade sua casa e suas vidas mudam para sempre”, revela Adriana Tolardo.

Texto: André Fontana

Destaques

Últimas

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui